Nosso Blog

Inventário: conheça a importância desse conceito para a sua gestão

Você sabe o que é inventário? Tem um controle preciso de todos os itens presentes no estoque? Quanto do seu patrimônio está imobilizado em mercadorias para venda? Como funciona o acompanhamento do fluxo de entrada e saída de produtos com que frequência?

Se você não tem respostas para as perguntas acima, está na hora de rever o seu processo relacionado ao gerenciamento dessa área tão importante. É fundamental realizar o inventário do estoque periodicamente para aumentar a segurança e confiabilidade das suas transações de compra e venda.

Preparamos este conteúdo para demonstrar qual é a importância desse conceito e qual é a sua importância para o seu negócio. Continue lendo e conheça todos os detalhes!

Obedece a regulamentação tributária

Inicialmente, o procedimento de inventário de mercadorias é uma obrigação acessória cujos resultados devem ser entregues a SEFAZ anualmente. No caso do comércio varejista há a presença de produtos adquiridos de fornecedores para subsequente revenda.

O seu controle é feito sempre no final do exercício para que a empresa possa começar a sua operação no ano seguinte sem pendências e conhecendo a quantidade disponível para venda. Por esse motivo, é essencial contar com ferramentas que atuem para automatizar o compartilhamento de informações com o Fisco.

Ajuda na precificação dos produtos

Um dos principais desafios das empresas é precificar corretamente as suas mercadorias de forma compatível com o mercado. Assim como, é essencial conhecer o custo de aquisição de cada item para realizar o cálculo que determina a margem de lucro.

Na prática, o preço de compra pode variar por diversos motivos, como oscilação da demanda, mudança na tributação e aumento dos custos do fabricante. Por esse motivo, o gestor deve estar atento quanto à data de aquisição e preço praticado pelo fornecedor de cada lote.

Por exemplo, se lote comprado em janeiro custa R$ 10 por peça com uma margem de lucro de 50% era vendido por R$ 15. No mês seguinte houve um reajuste passando de R$10 para R$14, portanto novo preço de venda deve ser R$21.

Contribui para a redução de perdas

Perdas na gestão de estoques podem assumir diversas formas. No caso de produtos perecíveis como alimentos, medicamentos e cosméticos, há um prazo de validade para o seu consumo seguro.

Em outros casos, as perdas são causadas por danos e avarias durante o manuseio do produto dentro no depósito.

Nesse caso, não é possível a sua comercialização e a empresa deve arcar com o seu descarte ou devolução. Por isso, esse instrumento revela informações importantes que evitam desperdícios e, consequentemente, perdas financeiras.

Propicia o planejamento da área de compras

Quando uma empresa não conhece os produtos disponíveis em estoque existe o risco de adquirir produtos extras, o que resulta em mercadorias encalhadas e no aumento dos custos. Por isso, é importante entender o comportamento dos clientes para programar a reposição de estoque de acordo com dados confiáveis.

Por fim, se você está em busca de uma solução para as suas necessidades de gestão de inventário, nós podemos ajudar. Entre em contato conosco e conheça como as nossas ferramentas podem ajudar o seu negócio a crescer.

Veja dicas diárias no nosso Instagram: https://www.instagram.com/wbagestao/

Veja mais artigos no nosso blog

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp