Nosso Blog

O que eu preciso levar em consideração ao montar um pet shop?

O mercado pet vem crescendo muito nos últimos anos. Se você gosta de animais e está pensando em abrir seu próprio negócio, a criação de um pet shop é uma excelente opção, mas o que eu preciso levar em consideração ao montar um pet shop?

Além disso, é uma oportunidade de empreendimento rentável, é também uma área muito ampla e diversificada.

Criando um plano de negócios

O primeiro passo para abrir seu pet é montar um plano de negócios, ainda mais porque essa ferramenta vai guiar você durante o desenvolvimento da empresa, auxiliando a prever possíveis dificuldades e evitando prejuízos financeiros.

Para que o documento seja realmente eficaz, você vai precisar de uma boa estrutura. Informações como objetivos da empresa, local, investimento, capital de giro, contratações e demanda de equipamentos são imprescindíveis nesse momento.

Também é importante fazer um levantamento dos pontos fortes e fracos do seu negócio, assim como as oportunidades e ameaças do mercado externo. Não se esqueça de analisar os concorrentes, isso pode te ajudar na hora de criar estratégias e entender o que já funciona na área.

Como conhecer o público-alvo

Compreender as necessidades dos seus clientes é fundamental no processo de elaboração do plano de negócios. Para conhecer seu público-alvo, procure estabelecer algumas questões e definir seu foco.

Por exemplo, defina a espécie e o porte dos animais que você vai atender, os serviços que vai oferecer e qual será o diferencial do seu empreendimento.

Essas informações também vão te auxiliar na criação de estratégias para obter novos clientes.

Quais são os serviços essenciais?

Como já comentamos, existem diversas oportunidades nesse ramo. Mas, para que seu Pet Shop ofereça os serviços mais importantes, é necessário investir em uma estrutura mínima, com consultório veterinário, espaço para banho e tosa, e uma pequena loja com artigos diversificados, como ração, brinquedos, remédios e petiscos.

Para te auxiliar nessa jornada, contrate pelo menos um veterinário e um tosador.

Lembrando sempre que os estabelecimentos devem contratar um tosador que possua curso de banho e tosa e seja instruído, mas também, é muito importante contar com profissionais competentes, que tenham experiência e sejam cuidadosos.

Divulgação

Essa etapa é muito importante e deve ser iniciada antes mesmo que você abra as portas da sua empresa.

Antes de tudo, pesquise qual é o melhor meio de divulgação entre seu público-alvo e invista recursos nesse processo. Uma dica legal é usar promoções ou descontos de inauguração para chamar possíveis clientes.

O marketing digital é um bom aliado para divulgar o seu serviço e é importante criar um cronograma de publicações para dar sequência ao trabalho.

Gerenciando o seu negócio

Para facilitar o gerenciamento do seu pet, também é importante investir em um sistema que auxilie na administração das atividades rotineiras.

Opte sempre por programas que centralizem as informações e gerem produtividade para sua equipe.

Dessa forma, você poderá atender os clientes com mais agilidade e rapidez, proporcionando uma experiência satisfatória.

Outro ponto importante é sempre prezar pela organização financeira, controlando os estoques e mantendo o planejamento de compras atualizado.

Agora, que eu preciso levar em consideração ao montar um pet shop, quer saber mais de como a gente pode te ajudar no controle do seu pet shop? Chama a gente pelo WhatsApp e fale com um dos nossos consultores

Quer ler mais artigos como esse?

Siga-nos no Instagram e receba dicas diárias de gestão.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp