Nosso Blog

Como ter um bom controle de fluxo de caixa no meu pet shop?

Ter um bom controle de fluxo de caixa no meu pet shop, é o principal pilar para que uma empresa possa trazer bons resultados.

Desde a abertura de um pet shop, o empreendimento deve priorizar o controle de suas finanças. É através dele, que o empresário não cometa erros comuns e tenha a faca e o queijo na mão para realizar uma boa gestão.

A boa gestão do fluxo de caixa irá permitir que o dono do estabelecimento tenha uma visão panorâmica, de seu pet shop, e das perspectivas futuras para a sua empresa. Além de que ele gera informações para que cada passo e decisão tomada pela administração possa apresentar confiança e segurança.

Qual é a importância de uma boa gestão de fluxo de caixa no seu petshop?

Por meio dessa ferramenta, o gestor consegue ter controle sobre as entradas e saídas dos recursos financeiros do seu estabelecimento no decorrer de um período estabelecido.

Assim, ele é capaz de compreender a saúde financeira de seu pet shop, e traçar as diretrizes de investimentos de modo certeiro em áreas específicas da loja, como:

  • contratar mais recursos humanos;
  • arcar com as contas ou obrigações da empresa;
  • prever quando precisará fazer algum empréstimo.

Se você quer descobrir as quatro melhores dicas para ter um bom fluxo de caixa para manter a gestão do seu pet shop, veja aqui:

1. Conheça bem os seus produtos mais vendidos

O dono de um pet shop que sabe detalhar as principais características de seus produtos mais vendidos se destaca frente aos concorrentes.

Você deve entender como eles funcionam, sua finalidade, seu preço e condições de armazenamento e uso, pois essa prática gera muita confiança para seus clientes.

Outra grande vantagem desta dica é que ela é um ótimo recurso para traçar melhor o público-alvo para cada tipo de produto.

2. Gerencie as mercadorias em estoque

Quando você não verifica a quantidade de mercadoria que você tem em estoque frequentemente, você acaba por gastar dinheiro a mais, ou pior, perder clientes.

Sim, isso mesmo, afinal, se um cliente não encontra em seu pet shop aquele produto bastante procurado, ele certamente irá buscar em seu concorrente.

Quando você tem a noção do valor de seu estoque, durante um determinado período, fica muito mais fácil para registrar suas entradas e saídas, e assim negociar com seu fornecedor um preço melhor.

3. Classifique as entradas e saídas da sua empresa em categorias

Quando as movimentações financeiras ficam organizadas, ou seja, fica muito mais fácil saber com precisão de onde provêm suas maiores receitas e identificar as despesas mais puxadas no período estabelecido.

Essa tarefa não deve ser feita de maneira simplista se reduzindo a entradas e saídas de modo genérico. O ideal é indicar as despesas e receitas em setores, por exemplo:

  • reposição de estoque;
  • salários dos funcionários;
  • acréscimos trabalhistas;
  • marketing;
  • entre outros.

4. Não abra mão de um software para sua gestão financeira

A WBAGestão dispões do software para gestão financeira.

Por fim, um sistema informatizado além de te manter alinhado com a tendência global, é capaz de trazer agilidade e diminuir os erros na hora do lançamento, o que possibilita maior dinamismo no controle financeiro da sua empresa.

Em síntese, o software de gestão de pet shop pode ser seu melhor amigo na hora de fazer todo o seu controle:

  • estoque
  • finanças
  • atendimento
  • controle de pacotes
  • fidelidade

Gostou das dicas de como ter um bom controle de fluxo de caixa no meu pet shop?

Tenha mais informações sobre o assunto, no nosso Instagram tem dicas diárias de gestão

Veja mais artigos também:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp