Vacinação: saiba por que ela é importante para a saúde dos pets

Agosto é o mês da vacinação e o responsável pelo animal deve estar atento às orientações do veterinário. A vacina é a forma mais eficaz de prevenir doenças e garantir o bem-estar dos pets, mantendo-os protegidos de enfermidades como raiva, cinomose, giárdia e gripe.

Confira quais são os principais benefícios de manter a vacinação do animal em dia:

• Segurança: manter o pet seguro e longe das doenças é parte da obrigação de seus tutores e garante conforto ao animal em todos os estágios de sua vida;
• Economia: por muitas vezes, a vacina acaba sendo mais barata do que um tratamento completo de determinada doença causada pela falta dela;
• Consulta: levar o pet ao veterinário para tomar a vacina é uma ótima oportunidade de identificação de problemas pelo profissional, a fim de identificar problemas ou particularidades do pet;
• Família e afins: cuidar dos animais da casa é cuidar da família, dos amigos e de todas as pessoas que convivem no mesmo ambiente que o pet: desde a própria casa e carro, até parques, praças e áreas de lazer em geral.

Algumas doenças podem ser passadas do animal para o ser humano, por isso, a vacinação é uma medida de segurança para ambos. Confira detalhes fundamentais sobre as vacinas e sua importância:

Quais escolher?

A escolha da vacina não depende do tutor do animal, mas sim do veterinário. Existem diversas vacinas contra todo tipo de vírus, entretanto, nem todas elas são obrigatórias para o pet. O protocolo deve ser constituído a partir da vida do animal: onde ele vive, com quem convive, sua dieta, etc.

Com qual frequência?

Para assegurar a imunidade do pet, é normal que o veterinário recomende algumas aplicações logo no primeiro ano, período em que o animal está mais vulnerável e frágil.

Quando adulto, pode ser que o veterinário aconselhe a continuar a mesma frequência de vacinação, para que a imunidade não sofra alterações negativas e o pet acabe contraindo doenças. Por esse motivo, o tutor deve estar sempre atento à regularidade das vacinas, pois em muitos casos é necessário reiniciar a carteira de vacinação.

Todo animal deve ser vacinado?

Ao falarmos em pets, automaticamente pensamos em gatos e cachorros e todos eles devem ser vacinados. A vacinação é essencial mesmo para animais domesticados que não saem na rua, pois podem desenvolver outros tipos de doenças.

Meu animal não parece vulnerável, devo vaciná-lo?

Apesar de o animal não parecer vulnerável ou doente, ele pode não apresentar sintomas e ser hospedeiro de alguma bactéria ou vírus.

Doenças graves e contagiosas foram erradicadas graças à vacinação em massa. Não vacinar o animal é contar com a sorte para mantê-lo saudável, já que tais doenças podem ressurgir e infectar outros animais ou pessoas.

Como é o procedimento?

Simples e rápido, realizado por um veterinário em ambiente esterilizado. O profissional realiza uma avaliação para analisar todos os aspectos do animal, de forma que seja possível escolher o melhor protocolo de vacinação para o pet.

 

Arquivos

Gostou do artigo sobre vacinação?

Que tal você veterinário compartilhar com seus clientes? Se precisar de ajuda entre em contato com o Conselho de Medicina Veterinária

Veja nossos outros artigos e saiba mais sobre desenvolvimento de sistemas e gestão para o seu pet shop!

Veja nossos outros artigos e saiba mais sobre desenvolvimento de sistemas e gestão para o seu pet shop!

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin