Nosso Blog

Uso do ERP na gestão de indicadores e resultados da empresa

Uso do ERP na gestão de indicadores e resultados da empresa

Durante grande parte do tempo, os gestores de empresas são obrigados a tomar decisões para os seus negócios. Essas decisão podem gerar resultados negativos ou positivos, podendo variar de acordo com a analise dos indicadores de gestão com ou sem a ajuda de um ERP de gestão de varejo.

É importante destacar que os indicadores de gestão são fontes de valiosas informações para o seu negócio. Ou seja, mostram se as ações realizadas estão trazendo resultados a empresa.

Por isso, coletar informações e avaliá-las da forma correta faz toda a diferença na gestão empresarial – não importa o segmento do seu negócio. 

E, de fato, a utilização de um sistema ERP de varejo permite analisar todos os dados com visão ampla e maior precisão, como veremos a seguir!

O que são indicadores de gestão e para que servem?

Os indicadores de gestão são também chamados de KPIs (Key Performance Indicators). Em português, sigla significa Indicadores-Chave de Performance.

Em resumo, os indicadores são ferramentas que todo gestor deve utilizar para medir o sucesso do negócio, de forma geral, ou por departamentos, ações, etc.

Portanto, elas ajudam na identificação de oportunidades e nas tomadas de decisões, orientando os gestores em todo o planejamento empresarial. 

Alguns dos indicadores mais comuns avaliados são:

  • Lucratividade: lucratividade, receita, despesas, EBITDA;
  • Turnover: absenteísmo, satisfação do colaborador; 
  • Eficiência: Horas de trabalho por produto produzido, quantidade de horas paradas por máquina;
  • Estratégico: Satisfação dos clientes, entre outros.

Além desses indicadores, há outros que podem ser utilizados para medir o sucesso da empresa. E, inegavelmente, todos eles são passíveis de análise por meio de um ERP de gestão eficiente e com funções automatizadas. 

ERP de gestão varejo e sua efetividade na gestão de indicadores 

Imagine coletar dados, depois classificá-los, agrupá-los por setor e analisá-los, tudo manualmente. Parece um trabalho sem fim, não é? Além disso, isso não representa apenas perda de tempo.

Representa também a maior probabilidade de erros e perdas na produtividade. Assim, a implementação de um sistema ERP se faz necessária, pois o sistema consegue coletar informações, relacionar dados, criar relatórios e disponibilizar isso rapidamente. 

A partir disso, você pode começar a etapa de análise dos indicadores-chaves, com base em informações bastante precisas. 

Integração de dados

O ERP também é capaz de integrar informações de todos os departamentos em um único sistema, cruzando esses dados para uma melhor análise de um determinado cenário.

Por exemplo, você quer descobrir se há gaps (lacunas) em processos e tarefas importantes, como o controle de estoque e que afetam as operações. 

Um ERP de gestão efetivo pode mostrar isso, com estatísticas e números que vão mostrar o caminho correto na gestão. 

Acompanhe todas as novidades pelo nosso Instagram https://www.instagram.com/wbagestao/

Quer ver mais artigos como esse?

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp