Nosso Blog

Fluxo de caixa: as melhores dicas aplicar na sua empresa

Fluxo de caixa é uma ferramenta importante para todos os tipos de empresa. Ele permite uma maior organização das entradas e saídas de dinheiro e um controle financeiro mais preciso do negócio.

Caso você não tenha certeza de como aproveitar ao máximo essa estratégia, não se preocupe. Trazemos aqui cinco dicas para te ajudar a trabalhar o fluxo de caixa na sua empresa.

1. Registre todas as movimentações minuciosamente

A única forma de o fluxo de caixa funcionar como deve é se todas as informações estiverem corretas.

Portanto, não deixe de registrar nenhuma entrada ou saída da sua empresa. Além de registrar todas as informações, categorize-as adequadamente, e não apenas em “Gastos” e “Ganhos”.

Bem como ter as categorias bem determinadas, ajuda a ficar mais fácil de identificar quais as maiores fontes de ganhos e também onde o dinheiro está sendo gasto. Assim, você pode adequar seus gastos e até mesmo sua publicidade.

2. Verifique o fluxo diariamente

É muito importante a frequência com que você verifica o fluxo de caixa, especialmente em negócios com muita movimentação de dinheiro. Porém, independente do seu tipo de negócio, deve-se verificar o fluxo todo dia.

Ainda mais, importante é não correr o risco de perder o controle do fluxo. Com a verificação diária, nenhum valor vai passar despercebido, e você sempre ficar por dentro do que está acontecendo.

3. Faça projeções e se previna

Usando as informações que você identificar no fluxo de caixa, fica mais fácil fazer uma projeção média, tanto a curto quanto a longo prazo. Com isso, você pode ter uma noção melhor dos tipos de investimentos que pode fazer, salvo a ocorrência de gastos inesperados.

Aliás, você pode também aproveitar as informações do fluxo de caixa para se prevenir contra gastos futuros.

Identifique seus gastos e ganhos periódicos e planeje-se de forma a manter parte desses ganhos separados para criar um pequeno fundo para emergências.

Deixando um dinheiro separado, você está mais seguro e não precisará desfalcar seu caixa em situações de emergência.

4. Identifique e resolva inadimplências

Utilizando o fluxo de caixa, você tem uma noção mais precisa do que está recebendo de seus clientes. Assim, você pode ficar ciente de clientes que não estejam pagando corretamente.

Para resolver esse problema, ofereça descontos nos pagamentos e crie uma rotina de cobrança.

Para evitar esse tipo de problema no futuro, envie boletos e Notas Fiscais com antecedência, também trabalhe com várias formas de pagamento, e não conceda crédito sem uma verificação minuciosa do cliente em questão.

5. Estabeleça metas

O fluxo de caixa não serve apenas para garantir o bom controle financeiro da sua empresa. Você pode também aproveitar essa ferramenta para impulsionar o crescimento do seu negócio, e por fim elaborar e estabelecer metas para aumentar o fluxo de caixa.

Por fim com o fluxo de caixa sendo constantemente atualizado, você tem uma noção exata de quanto pode investir em publicidade, novos funcionários e compra de novos equipamentos, entre outros valores para melhora da sua empresa.

Gostou das dicas para aplicar o fluxo de caixa na sua empresa? Quer mais conselhos de organização e Administração Empresarial?

Então, acesse nossas redes sociais e fique por dentro de todos os nossos textos e dicas!

Veja mais noticias

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp