Nosso Blog

Gestão de varejo: 5 erros para evitar

gestão de varejo

Embora existam muitos métodos, técnicas e processos, não existe uma “fórmula de bolo” pronta para fazer a gestão de varejo obter sucesso. Por isso, cabe aos gestores a busca pela inovação e pela aplicação de estratégias de negócios, analisando os resultados periodicamente.

Somente assim é possível identificar erros de gestão mais comuns e mais complexos, implementando melhorias para resolver problemas. 

Falando em erros de gestão, neste artigo vamos abordar os 5 principais erros que quase toda empresa comete. Mas que, com certeza, você pode evitar no seu varejo. Continue a leitura!

Não conhecer a fundo as necessidades do seu cliente/consumidor

O primeiro erro clássico que todo varejista pode cometer é não conhecer o perfil de compra dos seus potenciais clientes. Um erro que pode custar caro! 

Afinal, muitas empresas investem pesado em campanhas de marketing mal direcionadas. Ou seja, que não atraem o público desejado e geram perdas de conversões de vendas. 

Com isso, as vendas caem e os gastos empresariais só aumentam. 

Ter um controle de estoque falho na gestão de varejo

O estoque de produtos é uma das áreas mais estratégicas de uma empresa de varejo. Sem um controle de estoque efetivo e ágil, não é possível saber: 

  • Quantos produtos estão armazenados;
  • Seus respectivos prazos de validade;
  • Quantidade de produtos por tipo e marca;
  • Prazo para reposição;
  • Produtos com mais ou menos procura.

Certamente que todas as informações acima são fundamentais para garantir um fluxo de vendas contínuo, o que causa impactos nos lucros da empresa.

Não controlar o fluxo de caixa e demais informações financeiras

O fluxo de caixa reflete a saúde financeira da sua empresa e a capacidade dela de cumprir com os compromissos financeiros e fiscais. 

Mas se o gestor não avalia o fluxo de caixa diariamente, muitas informações importantes para as tomadas de decisão são perdidas.

Portanto, você só poderá saber quanto dinheiro entra no seu varejo e quanto dinheiro sai analisando o fluxo de caixa do seu negócio. 

Ter pouca variedade de produtos

Para atrair e agradar o maior número possível de consumidores, considere ter um amplo mix de produtos. Quanto maior seu catálogo de itens, mais terá condições de atender às necessidades dos consumidores da melhor forma. 

Então, analise escolher diferentes marcas e modelos de produtos, lembrando de manter um mix de produtos mais baratos e mais caros – para todos os gostos. 

Deixar os investimentos em tecnologia para depois

Pode parecer “surreal” nos dias de hoje, mas muitas empresas de varejo de menor porte ainda estão na Era da Pedra. Ou seja, fazem tudo de forma manual, não utilizam recursos tecnológicos e sequer investem em redes sociais, por exemplo.

Contudo, sabemos que a tecnologia é um forte aliado dos grandes varejistas. E se você, pequeno empreendedor, quer se destacar da concorrência, comece pensando em investir em sistemas que facilitem sua gestão, melhorando tempo e dinheiro.

ERP de varejo: a ferramenta essencial para avaliar a performance da empresa

De fato, a avaliação do desempenho dos negócios fica mais fácil com a ajuda de um ERP de varejo. Além disso, um software de gestão de varejo também oferece informações, que permitem aos gestores identificarem erros de gestão. 

O ERP de varejo Storeware é a ferramenta que o seu varejo precisa para ter uma administração mais completa, rápida e eficiente dos negócios. 

Com funcionalidades capazes de automatizar várias tarefas, o Storeware garante mais produtividade, lucratividade e competitividade para os seus negócios.

Entre em contato com a nossa equipe comercial e solicite uma demonstração do sistema de gestão de varejo da WBA!

Acompanhe todas as novidades pelo nosso Instagram https://www.instagram.com/wbagestao/

Quer ver mais artigos como esse?

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp