Nosso Blog

Os passos necessários para colocar a sua loja em um marketplace

Possuir um empreendimento nos dias de hoje é enfrentar diversos desafios, desde a concorrência elevada, até as crises financeiras. Uma loja em um marketplace pode aumentar seu faturamento.

Enquanto possuir uma loja física é ainda importante para os clientes locais, apostar no mercado online é igualmente relevante para aumentar as vendas. O marketplace é uma solução útil para vender seus produtos para novas pessoas.

Vender produtos da sua loja em um marketplace é útil, uma vez que estas plataformas possuem credibilidade e clientes que podem interessar pelos seus produtos mesmo sem conhecer o seu negócio. Sabendo disso, separamos os passos necessários para você colocar sua loja em um marketplace e vender mais.

1 – Escolha o (s) marketplace (s)

Os marketplaces se tornaram populares nos últimos anos e agora existem várias plataformas do tipo. É importante estudá-los e ponderar as vantagens de cada um para descobrir quais são os mais indicados para o seu negócio.

Existem marketplaces específicos para alguns setores, como a Netshoes que foca em sapatos e artigos esportivos. No entanto, boa parte dos marketplaces permitem qualquer produto, como Amazon, Submarino, Extra, etc. Pesquise as condições de entrada e taxas cobradas de cada para determinar qual se encaixa melhor no seu planejamento.

2 – Apresente os documentos

Os marketplaces podem estar disponíveis para qualquer empreendimento, mas ainda requerem um cadastro formal para conferir legalidade à venda e evitar responsabilidade jurídica. Neste processo são pedidos documentos da loja que devem ser enviados digitalmente para a plataforma.

Cada um possui seus próprios requerimentos, então a lista completa pode variar. CNPJ e e-CNPJ são requisitos padrões. Além destes, CNAE, Certidão Negativa de Débitos, Sintegra, Declaração de Regime de Tributação e Comprovante de Inscrição Estadual são frequentemente necessários.

Uma vez que enviou tudo, não tem jeito, é preciso esperar a aprovação. O tempo varia de acordo com a política da plataforma, pode levar 1 dia ou 1 mês. É uma etapa bastante burocrática, mas que diminui índice de fraudes e traz mais credibilidade para a plataforma e para a sua loja.

3 – Cadastre os produtos

Uma vez aprovado, você pode colocar seus produtos à venda no marketplace. Em geral, a sua empresa envia os dados dos produtos para a plataforma, que pode ter um processo de verificação dos mesmos, para então disponibilizarem no site. O método de cadastro dos produtos varia dependendo da estrutura digital do seu negócio.

4 – Crie anúncios

A primeira situação é caso você ainda não possua estrutura de loja virtual. Neste caso, você precisará providenciar fotos de todos os produtos que deseja vender no marketplace. É importante que as imagens tenham qualidade para atrair os consumidores. Além disso, você precisará de descrições para cada um, de forma a apresentar seus produtos com detalhes para não gerar dúvidas.

5 – Integre a sua loja online

A segunda possibilidade é mais simples. Caso o seu negócio já possua uma loja online, você não precisa cadastrar cada item individualmente mais uma vez. Sistemas de gestão de venda online permitem que você use as mesmas informações para qualquer plataforma, reduzindo o trabalho e facilitando a organização.

Depois de executar estes passos, a sua loja estará pronta para vender no marketplace. A partir deste ponto, é esperar os novos clientes e enviar os produtos de acordo. Para melhorar a organização de sua loja com o marketplace, conte com um sistema de gestão adequado.

Gostou? Veja mais artigos como esse:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp